sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Quixeramobim, Quixadá e Banabuiú registram as maiores chuvas do Sertão Central





No início da noite de ontem, 17, relâmpagos, raios e trovões assustaram moradores de Quixeramobim e região. Vários registros incríveis você pode acompanhar através da página do QA no Facebook. Além desses eventos muita chuva banhou a cidade.

De acordo com dados da Funceme, Quixadá, Quixeramobim e Banabuiú ficaram entre as dez maiores chuvas do estado. Acompanhe os números:

Itapiúna (Posto: Fazenda Boa Vista) : 80.0 mm
Itapiúna (Posto: Itapiuna) : 79.0 mm
Horizonte (Posto: Horizonte) : 74.0 mm
General Sampaio (Posto: Jurema) : 71.0 mm
Aracoiaba (Posto: Furnas) : 70.0 mm
Iracema (Posto: Bastioes) : 66.0 mm
Quixadá (Posto: Ac. Pedras Brancas) : 64.0 mm
Quixeramobim (Posto: Radar Quixeramobim) : 63.0 mm
Banabuiú (Posto: Barra De Sitia) : 62.0 mm
Eusébio (Posto: Eusebio) : 60.0 mm

A previsão para hoje para a região é de tempo nublado com chuva. Confira ainda os registros pluviométricos repassados por ouvintes da Rádio Campo Maior AM 840 na manhã de hoje, 18:

Poço Grande: 45.0 mm
Lagoa de Cima (Berilândia): 60.0
Manituba: 40.0
Lacerda: 55.0
Placas Uruquê: 50.0
Chapeú: 30.0
Cipó: 35.0
Fazenda Reunido: 60.0
Cosmos Paes: 40.0
Lima dos Pedros (Senador Pompeu): 40.0
Tranqueira: 45.0
Fazenda Boa Vista (Algodões): 50.0
Lagoa de São Miguel: 79.0
Recreio: 42.0
Barra do Fofo: 50.0
Fazenda Nova Vida: 40.0
Várzea Grande: 39.0
Fazenda Estrela: 30.0
São Bento: 45.0
Algodões: 30.0
Sabiá: 35.0
Santa Helena: 45.0
Santa Helena dos Aderaldos: 35.0
Nenelândia: 50.0
Condado: 53.0
Camará: 40.0
Caldeirão (Tanquinhos): 42.0
Nova Ladeira: 20.0
Limeira: 40.0
Coque: 55.0
Fogareiro: 60.0
Maloca: 40.0
Telha Velha: 51.0
Mulungu: 35.0
Fazenda Serrote: 68.0
Belo Monte: 50.0
Paus Brancos: 40.0
Paus Brancos (Madalena): 34.0
Santo Amaro: 61.0
Oratório: 50.0
Pompeu dos Teixeiras: 60.0
Carqueja: 60.0
Vila de Uruquê: 60.0
Pedreiras: 65.0

Tempestade: Madrugada em Quixadá virou dia pela claridade dos relâmpagos e trovões acordam população


Região Central: Uma madrugada em que a claridade dos relâmpagos deixava a cidade como se fosse durante o dia. Cada um relata nas redes sociais o desespero de uma madrugada atípica na cidade de Quixadá. Relâmpagos, trovões e raios tiraram literalmente o sono do quixadaense.
“Foi anormal e aos meus 78 anos nunca tinha presenciado essa situação, eu pensava que seria o fim do mundo”, disse o agricultor João Jaimes Felix. Ele confirma que acordou às 4h e não mais conseguiu dormir. O desespero dos animais foi outra preocupação.
Acredita-se, que essa madrugada foi a mais desesperadora para milhares de pessoas que tem medo de trovões.
Os trovões são ondas sonoras geradas pelo movimento de cargas elétricas na atmosfera. Devido ao aumento da temperatura do ar nas áreas da nuvem por onde o raio passa, os trovões podem ser perigosos especialmente nos locais próximos da sua ocorrência. A velocidade do trovão também varia com o local onde se propaga. O relâmpago acontece sempre antes do trovão porque a velocidade da luz é mais rápida do que a do som no ar.
Até o momento não há registro de sinistro causado pela tempestade desta madrugada como infarto de pessoas ou queda de raio atingindo animal ou ser humano.
Conforme o registro, choveu apenas 40 mm na cidade de Quixadá, especialmente no bairro Baviera, o registro foi do comunicador Chico Javali, que tem um pluviômetro em sua residência.
As maiores chuvas nas últimas horas foram nos municípios: Iracema (Posto: Bastioes) : 66.0 mm; Iracema (Posto: Canafistula) : 53.0 mm; Quixeramobim (Posto: Uruque) : 50.0 mm; Ererê (Posto: Acude Santa Maria) : 48.0 mm; Ocara (Posto: Serragem) : 48.0 mm; Boa Viagem (Posto: Açude São Jose I) : 47.0 mm; Jaguaribe (Posto: Nova Floresta) : 46.2 mm; Itaitinga (Posto: Itaitinga) : 46.0 mm; Jaguaribe (Posto: Brum) : 46.0 mm; e Barro (Posto: Brejinho) : 45.0 mm.

Últimas horas: maiores chuvas no Estado

A FUNCEME atualizou os registros de chuvas no Estado:

1 - Granja (GRANJA): 81.0
2 - Novo Oriente (NOVO ORIENTE): 53.8
3 - Santana do Acaraú (SANTANA DO ACARAÚ): 53.4
4 - Granja (SAMBAIBA): 41.0
5 - Barroquinha (BARROQUINHA): 40.3
6 - Uruoca (PARACUA): 38.4
7 - Senador Pompeu (SENADOR POMPEU): 37.0
8 - Ererê (ACUDE SANTA MARIA): 31.0
9 - Quixeramobim (ENCANTADO): 30.2
10 - Solonópole (SOLONÓPOLE): 30.0
11 - Deputado Irapuan Pinheiro (DEP. IRAPUAN PINHEIRO): 30.0
12 - General Sampaio (JUREMA): 29.0
13 - Jaguaribe (JAGUARIBE): 28.5
14 - Aracoiaba (FURNAS): 27.0
15 - Tejuçuoca (FAZENDA MALAQUIAS): 27.0
16 - Altaneira (ALTANEIRA): 26.0
17 - Granja (PESSOA ANTA): 25.0
18 - Jaguaribe (NOVA FLORESTA): 25.0
19 - Lavras da Mangabeira (LAVRAS DA MANGABEIRA): 24.3
20 - Chaval (CHAVAL): 23.0
21 - Aurora (SANTA VITÓRIA - LAGES): 22.0
22 - Russas (SITIO CAMPO LIMPO): 22.0
23 - Tauá (MARRUAS): 21.3
24 - Pedra Branca (PEDRA BRANCA): 21.0
25 - Lavras da Mangabeira (IBOREPI): 20.0
26 - Ererê (ERERÉ): 20.0
27 - Quiterianópolis (CRUZ): 20.0
28 - Mombaça (MOMBACA): 20.0
29 - Groaíras (GROAÍRAS): 19.8
30 - Massapê (MASSAPÊ): 19.0

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Crediamigo do Banco do Nordeste cresce 11,2% em 2018




Maior programa de microcrédito urbano do país, o Crediamigo do Banco do Nordeste encerrou 2018 com cerca de R$ 9 bilhões em empréstimos, ampliando os recursos destinados aos microempreendedores da Região. O valor é 11,2% superior ao aplicado no exercício anterior.

Em quantidade de operações, o programa cresceu 5,4% e atingiu 4,2 milhões de empréstimos no ano, média de 11,6 mil por dia. Atualmente, o Crediamigo possui mais de 2 milhões de clientes ativos e já atendeu 5,6 milhões de pessoas ao longo dos seus 20 anos.

No Ceará, foram contratados R$ 2,8 bilhões em 1,5 milhão de operações de microcrédito, em 2018. Os números representam crescimento de 13,73% e 4,91%, respectivamente em valores aplicados e quantidade de operações.

Crediamigo
O Crediamigo facilita o acesso ao crédito a empreendedores pertencentes aos setores informal ou formal da economia (microempresas, enquadradas como microempreendedor individual, empresário individual, autônomo ou sociedade empresária).

De maneira rápida e sem burocracia, o programa atua na concessão de créditos em grupo solidário ou individual. Associado ao crédito, o Crediamigo oferece aos empreendedores acompanhamento e orientação para melhor aplicação do recurso, a fim de integrá-los de maneira competitiva ao mercado. (Da Ascom / Foto: Ilustrativa)

Decreto de flexibilização da posse de armas alcançará Quixeramobim e mais 10 municípios do Sertão Central

Resultado de imagem para Decreto de flexibilização da posse de armas Central

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) estuda associar a liberação simplificada do posse de armas de fogo para quem mora em cidades com maiores taxas de homicídio. No Ceará, são pelo menos 154 municípios com mais de 10 homicídios por 100 mil habitantes. Isso porque 18 municípios não têm números definidos no Atlas da Violência, documento do Instituto Nacional de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e outros 12 tiveram taxa inferior.

O município de Quixeramobim está na lista dos que devem ser beneficiados com o decreto. A assinatura do decreto que flexibiliza a posse de armas, segundo informou a Casa Civil, acontece nesta terça-feira, 15. O decreto refere-se exclusivamente à posse de armas. O porte de arma de fogo, ou seja, o direito de andar com a arma na rua ou no carro não será incluído no texto.

Números nacionais antecipam que três em cada quatro brasileiros poderão ser incluídos no decreto de Bolsonaro. Levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, com base em dados preliminares referentes a 2017 registrados pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, mostra que, nesse caso, a medida atingiria 3.485 das 5.570 cidades, ou 62% dos municípios do País. Neles, vivem 159,8 milhões de pessoas (76% da população brasileira).

Além de Quixeramobim, devem estar seguindo esta ótica os municípios do SerTão Central: Quixadá, Senador Pompeu, Milhã, Solonópole, Pedra Branca, Mombaça, Boa Viagem, Madalena, Choró, Banabuiú.

Com informações do Jornal O Povo e Estado de S. Paulo.