Tradutor

sexta-feira, 26 de abril de 2013

BANDO do PAPOCO > Polícia Civil apresenta quadrilha acusada de incendiar rádios em Quixadá


Quixadá > O delegado titular da Delegacia Regional da Polícia Civil de Quixadá, juntamente com o delegado geral da Polícia Civil do Ceará, Luís Carlos Dantas, apresentou nesta quinta-feira, 24, a quadrilha acusada do incêndio aos transmissores das emissoras de rádio Monólitos AM e Liderança FM, pertencentes ao Sistema Monólitos de Comunicação. Nas ações criminosas, praticadas nos dias 9 e 11 de março, em Quixadá, o transmissor da TV Cidade também foi destruído.
Os acusados, todos presos, foram apresentados pela Polícia como Antônio Arcleison de Sousa Herácio, 19, vulgo “Babidi”, que já responde por três homicídios e formação de quadrilha; Marcos Martins Pereira, 19, o “Marquinho”, que responde por homicídio e seis tentativas de homicídio; Erberson Emídio, 25, o “Bebel”, que responde por três homicídios e formação de quadrilha; e Wagner Bezerra Rodrigues, 53, o “Wagner do Marcondes”, que reponde por dois homicídios.
Segundo as investigações realizadas pelo delegado George Monteiro os criminosos utilizaram gasolina para incendiar os transmissores das emissoras. No primeiro atentado, o prédio da rádio Monólitos, ao lado do posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), ficou destruído com uma explosão. No segundo, a vizinhança do Santuário Nossa Senhora Rainha do Sertão, na Serra do Urucum, na periferia de Quixadá, também ouviu um forte estouro. A quadrilha ficou conhecida como “Bando do papoco”.
Participe do Diário Sertão Central informando e sugerindo reportagens através dos fones (88) 9970.5161 ou (88) 8865.6118 e pelo email: diariosertaocentral@gmail.comRádio Monólitos -Transmissores (19)Rádios Monólitos & Liderança - Incêndios (24)

Nenhum comentário:

Postar um comentário